' '

POR QUE JESUS NA CURA DO CEGO COSPE NOS OLHOS DELE?

Várias podem ser as formas de vermos, ou entendermos as coisas, ou o mundo em que vivemos. Entretanto:“Nem sempre o que nós conseguimos ver, é de fato, a realidade”.


Toda a caminhada de Jesus com seus discípulos; os milagres, as curas, as multiplicações, as manifestações de humildade e piedade, em tudo isso - Jesus estava mostrando: A importância de se ter compromisso com Deus.

Betsaida era uma das cidades que entristeceram muito Jesus. Terra natal de Pedro, André e Filipe. Seu nome significava em hebraico “Casa de pesca”.

Veja o que Jesus falou a respeito de Betsaida:

“Ai de ti, Corazim, ai de ti, Betsaida! Porque, se em Tiro e em Sidom se fizessem as maravilhas que em vós foram feitas, já há muito, assentadas em saco e cinza, se teriam arrependido” (Lucas 10:13).


1 – Jesus não age num ambiente de incredulidade e de arrogância.

“E chegou a Betsaida; e trouxeram-lhe um cego, e rogaram-lhe que o tocasse. E, tomando o cego pela mão, levou-o para fora da aldeia; e, cuspindo-lhe nos olhos, e impondo-lhe as mãos, perguntou-lhe se via alguma coisa” (Marcos 8:22,23).

Devemos sair um pouco da nossa rotina para sermos tratados por Deus. Aceite o tratamento de Deus por mais estranho que possa parecer.

Jesus cuspiu nos olhos do cego: Talvez muitos, de Betsaida, ao verem aquilo, começasse a criticar Jesus.

Ter o “Espírito cego” é não crer no poder de transformação que Jesus pode realizar em nós.
Muitas foram as “formas” que Jesus usou para manifestar suas curas e milagres. O que estava em questão não era o método, mas o amor, a compaixão, a restauração das feridas, principalmente as emocionais e espirituais.

Para Jesus fazer um milagre em nós, Ele nos tira de um ambiente de incredulidade.

“E mandou-o para sua casa, dizendo: Nem entres na aldeia, nem o digas a ninguém na aldeia” (Marcos 8:26).

2 – Através daquele milagre, Jesus queria tratar também com seus discípulos.
Jesus não estava somente preocupado com aquele cego anônimo. Ele queria dizer algumas “palavras vivas”, aos seus discípulos. 

Ele precisava resolver algumas “pendências” com seus discípulos, mas em particular, fora das vistas da multidão.

E os que comeram os pães eram quase cinco mil homens. E logo obrigou os seus discípulos a subir para o barco, e passar adiante, para o outro lado, a Betsaida, enquanto ele despedia a multidão” (Marcos 6:44,45).

“E subiu para o barco, para estar com eles, e o vento se aquietou; e entre si ficaram muito assombrados e maravilhados; pois não tinham compreendido o milagre dos pães; antes o seu coração estava endurecido” (Marcos 6:51,52).

Existem tratamentos em que Deus nos leva ao “seu deserto”.

Aceite as mudanças no seu caminho, na sua vida.

Você não precisa estar no controle de tudo sempre.

Deixe Jesus te conduzir. Ele quer te ensinar.

Há tantas coisas em nossas vidas que precisamos ser tratados por Deus:

  • Muitas vezes achamos que temos “direito” a certas coisas.
  • Não suportamos falhas das pessoas,
  • Não perdoamos de coração,
  • Não aguentamos caminhar nem cinco minutos com alguém que nos contrarie,
  • Temos dificuldade de encarar os nossos próprios erros,
  • Não estamos dispostos a sermos lapidado por Deus.

Olhar para cima = Olhar para Deus, para as coisas excelentes, para as grandezas do Senhor.
As coisas estão diante de nós, e, não conseguimos aceitar e crer.

Jesus tinha curado outro cego em João 9, mas muitos não conseguiram ver esta grandeza:

“Então alguns dos fariseus diziam: Este homem não é de Deus, pois não guarda o sábado. Diziam outros: Como pode um homem pecador fazer tais sinais? E havia dissensão entre eles” (João 9:16).

Essa era a condição dos discípulos de Jesus. Eles estavam tal como o cego, vendo “embaçado” as manifestações de poder do mestre.

Muitas vezes estamos vendo as coisas de Deus embaçadas, embaralhadas.

Jesus quer nos mostrar que precisamos focar nele, no que Ele representa, para vermos com clareza todas as coisas.

3 comentários:

  1. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  2. E aí??? Cuspiu por que afinal? Rodou, rodou e não soube dizer..

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O ato de cospir significa menosprezar , e quando Jesus cospe ele quer dizer ao cego que a cegueira dele não é nada , que grande é o pode de Deus que o curou !

      Excluir

A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro pelo conteúdo do blog, inclusive quanto a comentários; portanto, reservo o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica ou invasão de privacidade pessoal/familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.